quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Não faça comparações. Cada caso é um caso.

Em meio a tantas dúvidas e incertezas, é normal que as famílias busquem alguma referência através de comparações com outros casos semelhantes. Isso é um grande erro!
Cada criança é única, e como sempre dizemos, cada caso é um caso. As comparações podem frustrar e fazer com que momentos que poderiam ser vividos com alegria e entusiasmo, se tornem pequenos, se comparados ao desenvolvimento de outra criança.
Converse com os médicos e os terapeutas, veja como está sendo a evolução de seu filho, e principalmente, valorize cada avanço, por menor que seja! As comparações podem impedir que você veja essas vitórias e, algumas vezes, a criança pode sentir essa "cobrança" e até ficar desmotivada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...