segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O Botox (toxina botulínica) na Paralisia Cerebral

O Botox (toxina botulínica) pode ser um grande aliado nas terapias de crianças com deficiência motora.

A criança que tem dificuldades de adquirir posturas, ter controle cervical, sentar-se sozinha e/ou andar, pode desenvolver um quadro de rigidez excessiva, o que não somente causa dor e desconforto, como também compromete sua evolução motora.

Nesses casos, tomando-se a decisão em conjunto (fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, ortopedista, fisiatra e neurologista), os pontos de aplicação do botox são definidos.

A aplicação é feita diretamente nos músculos afetados, garantindo um efeito localizado e rápido se comparado ao uso de medicamentos orais.

Após a aplicação, a criança precisa intensificar as terapias e trabalhar com muitos alongamentos, para que o efeito do Botox seja potencializado e a amplitude muscular seja melhorada.

Os efeitos do Botox têm duração aproximada de seis meses, e após esse período, é feita uma avaliação com a equipe para que seja decidida uma nova aplicação ou não.


2 comentários:

  1. Nos caso de pessoas com dificuldade de fala por comprometimento da má formação cerebral faz efeito ? Gostaria de mais informações a respeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, em alguns casos pode melhorar a motricidade orofacial, mas só podemos falar com certeza após avaliar a criança. Obrigada!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...