quinta-feira, 19 de maio de 2016

Luxação e Subluxação de Quadril


Crianças que não andam, que andam pouco, que tem pouco controle de tronco e pescoço, podem ter algum tipo de problema no quadril. A musculatura também interfere muito, quando os músculos são mais rígidos ou espásticos, há um desequilíbrio da musculatura ao redor dos quadris, dificultando a abertura das pernas. Com o tempo, há perda da relação anatômica entre a cabeça do fêmur e o acetábulo, o que ocasiona muita dor durante a terapia, a troca de fraldas e até mesmo dificuldade para ficar sentado na cadeira de rodas. 
Algumas vezes, a dor interfere até no sono.
Prevenir é o melhor caminho!
É muito importante o acompanhamento do Ortopedista, do Neurologista, do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional, que vão orientar as melhores práticas no dia a dia para prevenir a luxação de quadril, que pode envolver:
• Ficar em pé no parapodium
• Fazer RX constantemente
• Medir o grau de abertura dos quadris
• Fisioterapia
• Terapia Ocupacional
• Bom posicionamento em todos os momentos
Cada caso é um caso, somente os profissionais podem orientar qual o melhor tratamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...