terça-feira, 5 de março de 2013

Governo busca prevenir partos prematuros com novas pesquisas




Um grande investimento será feito no Brasil ainda este ano em pesquisas para melhorar o cenário dos nascimentos de bebês prematuros no país. As complicações relacionadas à prematuridade são a primeira causa da mortalidade neonatal e a segunda principal causa de morte em crianças menores de cinco anos no mundo. Além de todas as consequências e tratamentos muitas vezes longos que os pequenos pacientes necessitam para se desenvolverem com saúde após o nascimento.

Por isso, o Ministério da Saúde abriu, na terça-feira passada (26), o edital da pesquisa Grandes Desafios Brasil: Prevenção e Manejo dos Nascimentos Prematuros. Serão investidos R$ 16 milhões em estudos, fruto de uma parceria entre os Ministérios da Saúde, da Ciência e Tecnologia e a Fundação Bill & Mellinda Gates.


A iniciativa vai escolher e financiar projetos de pesquisa inovadores que busquem compreender melhor os motivos que favorecem o nascimento prematuro e estudar os caminhos para evitá-lo, ou para amenizar suas consequências. As pesquisas também serão amplas, desde os mecanismos biológicos que levam à prematuridade, até ações de comunicação que promovam mudanças de comportamento em relação à questão, como prevenção dos comportamentos de risco.

O secretário de Ciência e Tecnologia, Carlos Gadelha acredita que as soluções desenvolvidas no Brasil terão grande impacto dentro e fora do país.

Podem se inscrever no projeto empreendedores, organizações não governamentais e mestres e doutores vinculados à comunidade científica e acadêmica. As inscrições vão até sete de maio. Para mais informações, acesse o Portal da Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...